02 agosto 2014

Figuras Sonoras

Posted by Blog Café Contexto On 18:29 No comments

ATIVIDADE DESENVOLVIDA COM O ENSINO MÉDIO

NINA
Chico Buarque
Nina diz que tem a pele cor de neve
E dois olhos negros como o breu
Nina diz que, embora nova
Por amores já chorou que nem viúva
Mas acabou, esqueceu
Nina adora viajar, mas não se atreve
Num país distante como o meu
Nina diz que fez meu mapa
E no céu o meu destino rapta
O seu
Nina diz que se quiser eu posso ver na tela
A cidade, o bairro, a chaminé da casa dela
Posso imaginar por dentro a casa
A roupa que ela usa, as mechas, a tiara
Posso até adivinhar a cara que ela faz
Quando me escreve
Nina anseia por me conhecer em breve
Me levar para a noite de Moscou
Sempre que esta valsa toca
Fecho os olhos, bebo alguma vodca
E vou.
Disponível em <http://letras.mus.br/chico-buarque/1924671/>Acesso em 08/06/2014.

 
QUESTÃO 01

"...Nina adora viajar, mas não se atreve", a figura sonora presente no verso que realça o fonema /v/ é chamada:

(A) Aliteração
(B) Assonância
(C) Metáfora
(D) Paronomásia

QUESTÃO 02

Tida como uma valsa russa e calcada nas lembranças que o compositor tinha do filme Ninotchka, com Greta Garbo, clássico de 1939, a canção faz uma menção à Cantiga para não morrer, poema de Ferreira Gullar que começa com os versos: “Quando você se for embora/ moça branca como a neve/ me leve…” IDENTIFIQUE qual é a figura de linguagem empregada no processo de caracterização de Nina em quase todos os versos e EXEMPLIFIQUE.

Nina é carcaterizada através do uso de comparações e metáforas. O eu lírico manifesta seu encantamento pela amada, empregando de forma direta ou indireta, a adjetivação que caracteriza a mulher na letra (a pele cor de neve; os olhos negros como o breu; chorou que nem viúva).
 
QUESTÃO 03



RETIRE um caso de parônimos presente na letra e EXPLIQUE como se dá a construção da paronomásia no verso escolhido.

"Nina diz que tem a pele cor de neve" (pele/neve)
 "Nina diz que se quiser eu posso ver na tela
A cidade, o bairro, a chaminé da casa dela"(tela/dela)


Parônimos: É a relação que se estabelece entre palavras que possuem significados diferentes, mas são muito parecidas na pronúncia e na escrita. Observe que o emprego dos parônimos dá à composição certa sonoridade, cujo ritmo se aproxima da valsa, o que justifica a intersecção da letra de Chico com a valsa russa.

                    Professora Marília Mendes

0 comentários :

Postar um comentário

O Café Contexto agradece a sua visita!

Café Expresso