12 fevereiro 2016

Londres no inverno

Posted by Blog Café Contexto On 09:52 No comments

Londres é uma cidade que, certamente, vai ser agradável em todas as estações do ano. Apesar das suas baixas temperaturas no inverno, principalmente nos meses de janeiro e fevereiro, na estação que pede muitos agasalhos, desde as toucas e luvas até os elegantes sobretudos, você ficará bem confortável nos pubs, cafés e museus, que acabam sendo os grandes atrativos dessa época.
 
ARQUIVO PESSOAL DE LILA MENDES-JANEIRO DE 2016

Logo ao desembarcar no aeroporto de Heathrow, já sentimos aquele frio europeu, muito diferente do inverno brasileiro. Mas não vá esperando por neve. Além de nevar raramente em Londres, quando isso acontece, a neve que cobre os carros e as calçadas, seca muito rapidamente. O que acontece, com muita frequência, no entanto, são as chuvas acompanhadas com muito vento, o que deixa o clima ainda mais frio. 
ARQUIVO PESSOAL DE LILA MENDES-JANEIRO DE 2016
Como o sol se põe às 16h, muitas atividades neste período, são finalizadas mais cedo. No entanto, à noite, as pessoas frequentam os teatros, os espetáculos musicais e os bares que são bem aquecidos e servem o famoso mulled wine, que é um vinho quente. Entretanto, se você preferir uma cerveja, será bem servido com uma cerveja quente, a Ale, que é a mais conhecida no reino britânico. Confesso que prefiro a cerveja gelada, mas no clima para lá de frio, uma cerveja quente não é dispensável.
ARQUIVO PESSOAL DE LILA MENDES-JANEIRO DE 2016
Mesmo com muita neblina pairando no ar, faz-se uma agradável caminhada pelo Hyde Park, em Bayswater. Geralmente, os ingleses correm mesmo. O frio não serve de impedimento para a prática de atividades físicas e os animaizinhos também circulam por lá, com seus donos, seja pela manhã, ou à tardinha.
Tão raro, quando bate aquele sol e você consegue aproveitar a estiagem, você circula pela cidade, usando óculos escuros e curtindo a atmosfera de um lugar que tem seus mistérios e, ainda, com muita ou pouca sofisticação, você come bem, desloca-se de um lugar para outro com muita facilidade e faz da sua viagem um momento inesquecível. 
ARQUIVO PESSOAL DE LILA MENDES-JANEIRO DE 2016
Para o transporte, do hotel até a universidade e do hotel até os principais pontos turísticos, usei o cartão Oyster Card, que é uma cartão magnético, adquirido em qualquer estação de metrô, em lojas ou no próprio aeroporto, pelo custo de 5£ (cinco pounds), o que corresponde a 32 reais. Com este cartão, você faz a melhor recarga que te atende e anda tranquilamente pelo período necessário. Eu usei o cartão por 10 dias e paguei pela recarga 50£ (cinquenta pounds). Esse cartão foi muito útil para que eu usasse o serviço de ônibus e de metrô. Londres no inverno ou em qualquer época, será sempre a exuberante cidade que tanto nos apaixona.
                                                     Professora Marília Mendes

0 comentários :

Postar um comentário

O Café Contexto agradece a sua visita!

Café Expresso