22 outubro 2015

Redação ENEM 2015

Posted by Blog Café Contexto On 08:54 No comments

Considerando que a proposta de intervenção é tão importante na redação do ENEM como todos os outros aspectos, seguem algumas dicas relevantes, que eu selecionei para o blog no início do ano e que podem fazer diferença na hora de concluir sua produção textual. Fique atento, também, à necessidade de criação de uma proposta que seja viável. Não crie propostas surreais ou que não possam ser executadas. Seja sensato!
                                 Uma boa sorte a todos!
Professora Marília Mendes

Como elaborar uma proposta de intervenção que convença os examinadores

Saiba formas de criar uma proposta nota 10 dentro do curto tempo da prova

A maioria dos vestibulares exige, para redação, o tipo de texto argumentativo. O Enem, no entanto, escolheu como norte o texto dissertativo-argumentativo: a redação esperada pelos examinadores precisa defender uma ideia usando explicações para justificá-la. Mas, além de apresentar uma tese sobre o tema, apoiada em argumentos consistentes, a redação deve oferecer uma proposta de intervenção na vida social, respeitando os direitos humanos. Essa proposta deve considerar os pontos abordados na argumentação, deve manter vínculo direto com a tese desenvolvida e coerência com os argumentos usados, já que expressa a visão do autor, das possíveis soluções para a questão discutida.
O candidato deve recorrer aos conhecimentos desenvolvidos na escola para elaboração de propostas de intervenção solidária na realidade, respeitando os valores humanos e considerando a diversidade sociocultural.
Vamos aqui trabalhar mais especificamente essa proposta de intervenção, que tem sido um dos entraves dos alunos, acostumados sempre com a chamada "conclusão". A divisão aristotélica usada até hoje (introdução, desenvolvimento e conclusão) é convertida pelos professores, desde o fundamental, numa terminologia que nos faz aprender a produzir textos com "começo, meio e fim". É esse "fim" que é confundido equivocadamente pelos candidatos com a "proposta de intervenção".
Coesão
Para exemplificação, citamos ao longo da matéria excertos de redação de candidatos que obtiveram nota mil nos últimos vestibulares do Enem, só com as iniciais de seus nomes. Destacamos elementos coesivos: coincidentemente, os exemplos selecionados trouxeram o mesmo, a conjunção conclusiva "portanto". Os candidatos devem saber, contudo, que há outros elementos coesivos, como "assim", "logo", "por conseguinte", "então", "pois" (após o verbo), todos expressando a mesma relação conclusiva.

O candidato deve sempre buscar propostas concretas, específicas, consistentes com o desenvolvimento de suas ideias. Antes de elaborá-la, deve procurar responder às perguntas: O que é possível apresentar como proposta de intervenção na vida social? Como viabilizá-la?
Deve-se elaborar uma proposta de intervenção detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Ela deve ser clara, inovadora e, sobretudo, viável.
Confira os trechos das redações que tiveram nota máxima:

1. Antes da conclusão
A proposta da candidata B. P. D. mantém vínculo direto com a tese; inicia o texto com citação - um argumento de autoridade - retomada no final, após as explicações da proposta
Segundo Thomas Hobbes, é necessário estabelecer um contexto social em que o governo garanta a segurança do povo e iniba um convívio caótico. No entanto, o alcoolismo no Brasil é um dos fatores que impede a harmonia no trânsito e oferece riscos à vida humana. [...]
Pode-se dizer, portanto, que a iniciativa do governo federal produz benefícios incontestáveis, mas que ainda não são plenamente aplicados. Para tanto, é preciso intensificar a divulgação de propagandas midiáticas que demonstrem as vantagens da nova lei, além de aumentar a fiscalização das vias públicas, por meio da atuação da polícia militar, principalmente em regiões de maior fluxo veicular. Tais medidas, associadas ao incentivo ao uso de táxis com a redução de custos possibilitados por subsídios governamentais são importantes.
Afinal, assim será possível, ao menos, garantir a harmonia defendida por Hobbes diante da ordem e do progresso estampados em nossa bandeira.

2. Linhas gerais
Com o tema da "lei seca", a aluna B. N. C. transfere sua proposta para uma sociedade mobilizada e para o governo, valorizando disciplinas como cidadania e segurança
Portanto, a lei seca é importante para a redução do número de acidentes de trânsito. Porém, sua efetividade completa só ocorrerá com a mobilização da sociedade. Sendo assim, é preciso que o governo acrescente ao currículo escolar disciplinas como cidadania e segurança no tráfego, além de tornar mais rígidas as punições pelas transgressões e aumentar o número de postos de fiscalização. Ademais, deve-se fazer uma reforma no sistema de transportes públicos, aumentando o número desses nos horários noturnos e nas cidades periféricas. Dessa forma, será possível reduzir o número de mortes no trânsito e chegar a uma sociedade menos individualista.

3. Intervenção
O verbo "intervir" origina-se do latim intervenire, que apresenta dois significados: atuar diretamente, agindo ou decidindo, e emitir, expor opinião.
Daí a intervenção que os candidatos ao Enem devem propor com a tomada de ações e suas prováveis soluções.

4. Até a simplicidade conta
Ao abordar o "movimento imigratório", a candidata Y. R. V. propõe que o governo crie uma "cartilha do imigrante"
Torna-se evidente, portanto, que o país precisa administrar de forma mais consciente a expressiva chegada de imigrantes. Com esse objetivo, além das medidas anteriormente citadas, a criação da "cartilha do imigrante" ajudaria no estabelecimento desses indivíduos, uma vez que eles ficariam cientes de suas possibilidades, sendo papel 
do governo elaborá-la. Com os imigrantes incrementando não só a cultura como a economia, a reação social de transformação em país do futuro certamente será agilizada.

5. Cinco competências
MEC define características desejadas para a criação e a correção de redações
Modalidade formal
Texto deve ser claro e objetivo, usar vocabulário variado e preciso, diferente do usado na fala, e seguir as regras da modalidade escrita formal do idioma. Mas evitar vocabulário rebuscado.
Compreender a prova
Texto deve compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas para desenvolver o tema. Deve demonstrar a verdade de uma tese e expor um aspecto relacionado ao tema, defendendo uma posição e demonstrando que o candidato está atualizado com o mundo.
Proposta para intervenção
Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Mecanismos para argumentar 
Frases e parágrafos devem estabelecer entre si uma relação que garanta a sequência coerente do texto e a interdependência entre ideias. Cada parágrafo deve ter períodos articulados; cada ideia nova precisa estabelecer relação com as anteriores. Deve-se substituir palavras repetidas por sinônimos e prestar atenção se não houve deslizes na pontuação - separar sujeito de predicado com vírgula é falha grave -, e acentuação, conforme o novo acordo ortográfico.
Selecionar, relacionar, interpretar 
Trata-se da inteligibilidade do texto, ou seja, sua coerência, a plausibilidade entre as ideias, o que depende de fatores: relação de sentido entre as partes do texto; precisão vocabular; progressão adequada ao desenvolvimento do tema; adequação entre conteúdo do texto e mundo real.
A redação deve apresentar caráter dissertativo (explicações, exemplificações, análises ou interpretações de aspectos presentes na temática solicitada) ou argumentativo (defesa ou refutação).
LEMBRE-SE
É importante também propor soluções que sejam possíveis de serem executadas  e, além disso, é fundamental que os passos para sua execução sejam apresentados. Portanto, não basta simplesmente propor o respeito à natureza, mas é preciso indicar como fazer, por exemplo, propor a criação de campanhas de conscientização nas escolas, nos parques; incentivo ao transporte público (para diminuir a poluição), criação de ciclovias etc.
Outro fator importante é ter em mente que os direitos humanos precisam ser respeitados sempre, portanto, preserve a liberdade e respeite a diversidade cultural, lembre-se de que o fato de ser diferente não indica que é melhor ou pior, por isso, é preciso respeitar. Demonstre cidadania e solidariedade em seus posicionamentos, não se esqueça de que ao mesmo tempo em que o cidadão possui direitos, também tem deveres, logo, analise e posicione-se considerando isso.
Por fim, ao elaborar as propostas de intervenção, procure fazer de forma clara e inovadora, com argumentos que se relacionam à tese e com propostas que sejam coerentes com ambas. Lembre-se de que, para alcançar a nota máxima, é preciso que tudo esteja relacionado: tese, argumentos e propostas de intervenção.

AGORA É A SUA VEZ 
Foto chocante de menino morto revela crueldade de crise migratória
Corpo de garoto foi encontrado em praia turca após naufrágio.

Jornal inglês questiona se poder da imagem fará Europa mudar política.

As imagens de um menino sírio morto numa praia da Turquia viraram símbolo da crise migratória que já matou milhares de pessoas do Oriente Médio e da África que tentam chegar à Europa para escapar de guerras, de perseguições e da pobreza.



Ilustração 1: http://g1.globo.com/mundo/noticia/2015/09/foto-chocante-de-menino-morto-vira-simbolo-da-crise-migratoria-europeia.html

"Se estas imagens com poder extraordinário de uma criança síria morta levada a uma praia não mudarem as atitudes da Europa com relação aos refugiados, o que mudará?", questiona o jornal britânico "Independent". As fotos são "um forte lembrete de que, enquanto os líderes europeus progressivamente tentam impedir refugiados e imigrantes de se acomodarem no continente, mais e mais refugiados estão morrendo em seu seu desespero para escapar da perseguição e alcançar a segurança", acrescenta. 

"The Guardian", outro jornal britânico, disse que as fotos levaram para as casas das pessoas "todo o horror da tragédia humana que vem acontecendo no litoral da Europa".
O americano "Washington Post"  classificou a imagem de "o mais trágico símbolo da crise de refugiados do Mediterrâneo".
Grave crise
O mundo enfrenta a pior crise de refugiados desde a Segunda Guerra Mundial, segundo organizações como a Anistia Internacional e a Comissão Europeia. Mais de 350 mil imigrantes atravessaram o Mediterrâneo desde janeiro deste ano e mais de 2.643 pessoas morreram no mar quando tentavam chegar à Europa, segundo dados da OIM (Organização Internacional para as Migrações).
Quase 220 mil chegaram à Grécia e quase 115 mil, à Itália. Mais de 2 mil chegaram à Espanha e uma centena a Malta. O número no decorrer de 2015 supera com folga o total de 2014, quando 219 mil migrantes tentaram atravessar o Mediterrâneo.
A maioria dos migrantes que chegam à Grécia por mar são sírios em fuga da guerra em seu país. Entre os que chegaram à Itália, os mais numerosos são os eritreus.
A travessia do Mediterrâneo é feita em botes ou em embarcações superlotadas, sem os mínimos requisitos de segurança, por traficantes de pessoas. A viagem pode custar mais de R$ 10 mil por pessoa, o que torna o negócio altamente lucrativo - uma única embarcação pode render US$ 1 milhão.

Elabore um texto dissertativo-argumentativo, empregando a variedade padrão com o seguinte tema: È possível usar a nossa voz coletiva para mudar e exigir que os líderes do mundo tomem decisões para aprovar medidas de emergência para refugiados? Como por fim a este sofrimento.

Referências
http://revistalingua.com.br/textos/108/a-rapidez-da-proposta-327460-1.asphttp://www.brasilescola.com/redacao/redacao-enem-propostas-intervencao.htm
http://g1.globo.com/mundo/noticia/2015/09/pensei-em-meu-filho-disse-policial-que-recolheu-corpo-de-menino-sirio.html

0 comentários :

Postar um comentário

O Café Contexto agradece a sua visita!

Café Expresso