31 julho 2013

Os gêneros textuais

Posted by Blog Café Contexto On 07:51 No comments


Por gêneros textuais compreendemos todos os textos de qualquer natureza, literários ou não-literários. As modalidades discursivas constituem as estruturas e as funções sociais (narrativas, discursivas, argumentativas), responsáveis pela sua organização.

Durante a semana, reservamos alguns horários das aulas de Língua Portuguesa e elaboramos, em grupos distintos, nos laboratórios de informática, trabalhos  e exemplos acerca  dos gêneros textuais: anúncios, convites, atlas, avisos, programas de auditórios, bulas, cartas, cartazes, comédias, contos de fadas, crônicas, editoriais, ensaios, entrevistas, contratos, decretos, discursos políticos, histórias, instruções de uso, letras de música, leis, mensagens, notícias. 

Os textos de circulação social, que têm uma função específica, para um público específico e com características próprias permitiram uma análise de cada modo de organização discursiva. A partir do estudo dos gêneros, observamos ainda os  aspectos da textualidade,  como coerência e coesão textuais, impessoalidade, técnicas de argumentação e outros aspectos pertinentes ao gênero em questão.

Quanto aos modos de organização discursiva, aproveitamos a crônica Almoço Mineiro de Rubem Braga como exemplo de texto narrativo. Ainda na mesma crônica, observamos o caráter descritivo presente em alguns parágrafos, uma vez que o narrador usa de detalhamento para descrever os pratos componentes da mesa à qual ele se senta.
ARQUIVO PESSOAL-Técnico em  Administração
 
O modo de organização dissertativa, quer seja na forma argumentativa ou expositiva também fizeram parte dos trabalhos. Foram feitas análises a partir de textos jornalísticos, cujo suporte foi a internet. Reproduzimos uma notícia atual, referente à ação do governo no que diz respeito à greve de diferentes setores em todo Brasil.

Lembramos ainda, o primeiro texto discutido em nossas oficinas, que reproduz exclusivamente um diálogo, sem a presença de um narrador, em que se manifesta o modo conversacional, como é caso do texto Vaguidão Específica, de Millôr Fernandes.

ARQUIVO PESSOAL- Curso de Edificações-
Fechamos as oficinas, destacando a importância da identificação de cada suporte usado para os gêneros textuais e como o hipertexto, que se utiliza de ferramentas midiáticas, tornou-se comum em nosso dia a dia.
Foi um espaço de integração e de grande aproveitamento. Deixo um grande abraço a todos os alunos das unidades que fazem parte do projeto.

                                    Professora Marília Mendes

 

0 comentários :

Postar um comentário

O Café Contexto agradece a sua visita!

Café Expresso