27 setembro 2015

Brasília na primavera

Posted by Blog Café Contexto On 18:14 1 comment

"E quando ali retornarmos, 
verás que nunca nos fomos, 
pois o lugar onde estamos, 
o lugar onde estaremos
 é sempre O LUGAR QUE SOMOS." 
(Ana Miranda)
Comecei minha jornada pelo Proem, neste final de semana,  na cidade que sempre me inspira pelos seus insights poéticos. Brasília continua, apesar do calor e da baixíssima umidade do ar, linda e fascinante. O azul desse céu tem um charme especial para aqueles que chegam e para aqueles que vão. No domingo, depois de um sábado bastante produtivo, pude voltar ao Pontão do Lago Sul, com meu ex-namorado, que nem parece EX, com tanta gentileza e com tanto carinho, ao me receber no aeroporto e fazer o papel do meu cicerone desde sexta-feira. Agora como piloto privado em Brasília, ele fica até dezembro. Combinamos nossa viagem para 2016. Sempre elegante e com muito bom gosto, sugeriu  um trajeto contrário ao que eu havia planejado.
A emoção de encontrar amigos queridos e cruzar o plano cartesiano entre a Asa Norte e a Asa Sul elevam a alma da gente. No caminho, parei na catedral. Não me contive em fazer uma oração, no sentido de agradecer a Deus por me manter tão cheia de coragem e de disposição para trabalhar e para estudar. Conciliar atividades tão intensas, às vezes, impede-me de realizar alguns desejos bobos, mas levam-me a uma direção. Tornei-me uma pessoa com foco pela distinção das minhas escolhas. 
ARQUIVO PESSOAL DE LILA MENDES-SETEMBRO DE 2015
Como diria a professora Stella Maris, minha referência bibliográfica na pesquisa sociolinguística, em Brasília, sou católica sem sincretismo, o que significa não combinar o Catolicismo com as diversas modalidades de espiritismo, com o Candomblé e a Umbanda, que também dizem muito sobre as nossas origens. Também não sou fanática nem intolerante com outras crenças. Respeito todos os costumes. Entretanto, a catedral de Brasília fortalece a minha fé. Quanta paz sentimos ali, ajoelhados  diante do Santíssimo, com nossas orações.
PONTÃO DO LAGO SUL-ARQUIVO PESSOAL-SET./2015

No Pontão, revivi a alegria de encontrar amigos queridos, do Cespe, na minha época de revisora. Quantas risadas e quantas saudades. As temperaturas têm batido recorde em Brasília. O calor acaba por induzir a bebericar alguma coisa gelada. 
 
NO SURF BAR-PONTÃO DO LAGO SUL-SET;2015

O Surf Bar, para mim, ainda continua sendo o melhor. Foi lá também que iniciei o meu namoro. No Pontão, ficamos até a hora de voltar para o hotel, na Asa Sul, para buscarmos as malas. Os ipês no caminho fizeram parte do cenário de despedida.
 
ARQUIVO PESSOAL DE LILA MENDES=SET.2015
Em novembro, teremos a segunda etapa do treinamento com as professoras da Escola Classe, na Asa Sul. A literatura faz parte do projeto. É, sem dúvida, um trabalho e um lazer, combinados pelas mãos de pessoas que acreditam na educação de crianças com dificuldades de aprendizagem.
PONTÃO DO LAGO SUL-SET.2015

Senti-me feliz por proferir a palestra sobre "o uso dos dicionários no ensino fundamental". As professoras da rede pública demonstraram compreensão e gratidão pelo tempo que preparei para elas. Foi um encontro cheio de trocas significativas que, certamente, irão cumprir espaço na minha tese de Doutorado. 
A felicidade tem um sinônimo breve assim: encontrar pessoas queridas, poder abraçá-las e beijá-las infinitamente. Acho que voltei cheia de histórias. Postei esta nota no blog, ainda no aeroporto. O voo teve um atraso de quase 60 minutos. O aeroporto de Brasília ficou maravilhoso. Aproveitei a trilha sonora de uma loja de conveniência. Tocava baixo. Respirei fundo.
Até breve, Brasília. 
                                      Professora Marília Mendes

1 comentários :

Marília, você é sempre bem-vinda aqui em Brasília. Bom saber que ainda estamos conectados de alguma forma.
Beijo.
Caiafa

Postar um comentário

O Café Contexto agradece a sua visita!

Café Expresso